Como escolher cores de tinta para parede interna do apartamento?

Definir as cores de tinta para parede interna é uma das principais preocupações de quem está decorando o apartamento novo. Afinal, é preciso que o tom escolhido esteja em sintonia com os móveis e o estilo decorativo, além de favorecer a luminosidade, o aconchego e a amplitude do cômodo.

Com opções cada vez mais vastas nos catálogos das empresas de tintas, muitas pessoas sofrem com essa escolha. É o seu caso? Então veja algumas dicas e informações importantes que separamos!

Pense no ambiente que será pintado

Embora seja possível usar apenas uma cor para pintar todas as paredes internas, isso não é muito recomendado, já que deixará alguns espaços sem vida. Assim, analise as características de cada cômodo antes de optar pela cor ideal.

sala de estar, por exemplo, é o local mais importante de qualquer apartamento, afinal é onde recebemos os convidados e passamos mais tempo interagindo com a família. Por isso, é essencial optar por cores de tinta para parede interna que ajude a trazer essa alegria e vivacidade e também que esteja em sintonia com a mobília e o estilo decorativo de vocês.

Se o apartamento é pequeno, o melhor é preferir por cores mais claras, que não pesam no ambiente, e investir em tons mais fortes para os acessórios, como as almofadas, mantas, cortinas e tapetes. Já para locais com pé direito baixo, a dica é usar uma cor clara no teto.

Na sala de estar, é possível ousar, usando cores de tinta para parede interna diferentes e contrastantes para uma parede de destaque, que pode ser aquela próxima à televisão, por exemplo.

Nos quartos, é preciso que os tons favoreçam o relaxamento. Assim, evite aquelas cores para parede interna muito fortes e agitados, como o vermelho ou o laranja, principalmente, nos quartos de crianças. Boas ideias são: lilás, verde água, azul bebê, rosa bebê ou até os tons terrosos.

Combine as cores de tinta para parede interna

Para conseguir um ambiente bonito e harmônico, as cores devem ser combinadas adequadamente. Uma boa ideia é usar o círculo cromático, fazendo combinações entre cores complementares ou opostas.

No círculo, os tons ficam lado a lado na mesma ordem em que aparecem no espectro cromático e são classificadas como:

– primárias: o azul, amarelo e o vermelho recebem esse nome porque, quando misturadas, dão origem às demais tonalidades. Podem ser combinadas com tons mais neutros, como o branco, cinza, marrom, preto ou os tons de madeira;

– secundárias: são as cores de tinta para parede interna mais puxadas para o laranja, verde e roxo, originários da mistura de duas cores primárias. Combinam muito bem com as cores terciárias ou com tom sobre tom;

– terciárias: são aquelas obtidas a partir da mistura de duas secundárias. Elas podem ser harmonizadas entre si, criando uma decoração monocromática ou usando tríades;

– análogas: são as que estão próximas no círculo cromático. Por exemplo: o amarelo é análogo ao laranja e ao vermelho. Harmonizar as cores análogas cria um ambiente mais suave;

– complementares: são as cores opostas dentro do círculo, como o verde e o vermelho, o amarelo e o roxo e assim por diante. É uma combinação de alto contraste, causando um efeito mais vivo e forte;

– cores frias e cores quentes: estão relacionadas à sensação de calor que transmitem. As frias são os azuis, verdes, roxos e marrons, já as quentes são os laranjas, amarelos, vermelhos e rosas;

– neutras: branco, cinza, preto, bege e marrom. Esses tons combinam com praticamente todas as demais e é a escolha de muitas pessoas para as paredes internas.

paleta de cores de tinta para parede interna

Para escolher as cores de tinta para parede interna do seu apartamento, use um círculo cromático para conseguir visualizar como cada cor se comporta perto da outra.

Considere a psicologia das cores

Você sabia que as cores também são capazes de transmitir emoções e sensações? É justamente isso que estuda a psicologia das cores – um campo muito aplicado em publicidade e propaganda, por exemplo, visando estimular os desejos dos consumidores.

Na decoração, esse também é um assunto fundamental, já que dependendo das cores de tinta para parede interna você poderá acabar com um ambiente mais ou menos agradável. Veja as sensações despertadas por algumas tonalidades:

– laranja: cor quente capaz de alegrar os ambientes, estimular a comunicação, a criatividade e o apetite. Pode ser usada em acessórios, para não pesar o ambiente, ou em alguma parede de destaque em home offices, por exemplo;

– vermelho: traz vitalidade, eleva a autoestima e está associada ao vigor, a paixão e a energia. Como é uma cor forte, seu uso precisa ser ponderado. Na cozinha, por exemplo, aguça o paladar, instiga a fome e traz mais prazer nas refeições;

– amarelo: é a cor da luminosidade e da juventude, transmitindo energia e estimulando a inspiração, a concentração e a comunicação. Como é a tonalidade do sol, seu uso é indicado para ambientes escuros e sem iluminação natural;

– verde: associado à natureza e à saúde, é indicado para renovar as energias. Pode ser combinado com os tons terrosos, como o terracota e o bege, para ficar mais discreto e elegante;

– azul: uma das cores de tinta para parede interna que transmite tranquilidade, paz e harmonia, além de segurança e racionalidade. Muito usado em quartos de casal ou de criança já que ajuda no relaxamento e na sensação de descanso;

– roxo: associado à mudanças, sobriedade, luxo e feminilidade. Se você quer criar um ambiente fora do comum, suntuoso ou místico, o roxo ficará incrível;

– rosa: é a cor do amor e da felicidade, além de estar associada ao romantismo, a simpatia e a delicadeza. Os tons mais neutros e sóbrios de rosa ficam bem em qualquer ambiente;

– cinza: relaciona-se ao equilíbrio e soluções de conflito, combina muito bem com detalhes mais coloridos e é uma tendência para as paredes internas;

– branco: traz uma sensação de limpeza, amplitude e claridade e pode ser usado para potencializar as demais cores dos ambientes. Quem quer transmitir mais luxo pode apostar na tendência do total white.

Como você viu, escolher as cores de tinta para parede interna depende de uma boa dose de análise e consideração. As nossas dicas ajudaram? Aproveite e compartilhe este post nas suas redes sociais!

Artigos Relacionados

Próximo Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias